Coronavírus e farmácias: 10 recomendações

É inegável o desequilíbrio que a proliferação do novo coronavírus ocasionou na rotina das pessoas. Em muitas cidades, apenas serviços essenciais podem estar em funcionamento, que é o caso das farmácias. Mas como eu, proprietário de farmácia, devo agir nesse momento crítico frente ao coronavírus e farmácias?

No post de hoje, separamos 10 recomendações essenciais para que você possa refletir sobre coronavírus e farmácias. Vamos conhecê-las melhor?

1 – Saia do Piloto Automático

A chegada da Covid-19 alterou a rotina de todo o mundo, e quando o assunto é a sua farmácia, não seria diferente. Não dá para escapar das mudanças abruptas que ocorrerão nos próximos meses. Afinal, as visitas frequentes  de clientes deixarão de acontecer, as pessoas estarão reclusas e só irão até a sua loja em extrema necessidade.

Então, o trabalho que estava no piloto automático deve mudar. A partir de agora, você precisa ser mais prático, deixando de lado seu estudo de mercado e focando mais em atividades específicas. Para saber melhor do que estamos falando e a relação entre coronavírus e farmácias, preste atenção nas próximas dicas.

2 – Coronavírus e farmácias, não é hora de pensar em faturamento

Agora não é hora de pensar em dinheiro e lucro. A gente sabe que você tinha seu planejamento e metas a serem cumpridas, mas o momento exige uma mudança de postura, afinal, o hábito de compra também está tomando outra forma.

É preciso que sua loja esteja, acima de tudo, prestando um serviço ao seu cliente. Usuários de remédios com uso contínuo não deixarão de frequentá-la, mas as visitas naturais cairão e muito. 

O foco agora é prevenção, orientação e informação. As pessoas estão assustadas, vivendo um período de muita incerteza. Então é muito importante que o seu negócio ofereça apoio a elas. Se faça notar pelos clientes, dê atenção – principalmente ao público mais vulnerável, ou seja, aqueles que usam medicamento de uso contínuo – e não deixe de passar informações concisas e confiáveis.

3 – Aprimore o seu tele entrega

Vários setores da economia sentiram uma perda significante do número de clientes, mas esse não é o caso da tele-entrega, que anda na contramão e segue em constante crescimento nesse período em que vivemos. 

Agora você precisa ir até o seu cliente, então é muito importante você se perguntar: quais os caminhos que você precisa seguir para suprir esse aumento de demanda? 

Antes, a tele-entrega era uma alternativa, mas agora, pode ser a mais importante delas. Estamos vivendo um período em que o isolamento é fundamental e questão de saúde pública, e se os clientes não podem vir até você, é porque o seu negócio precisa ir até ele. 

Uma dica muito importante para consolidar a clientela é, se possível, não ser cobrada a taxa de entrega. Afinal, as pessoas não estão indo até o seu negócio, e isso não é uma questão de comodidade, mas de isolamento social.

4 – Reforce o time e materiais sobre orientação

Tanto a orientação de prevenção quanto a orientação de posologia precisam ser reforçadas agora. E é muito importante que essa última seja aplicada inclusive na tele-entrega.

Esse é um desafio que propomos aos proprietários de farmácias para esse momento. É muito importante você estudar uma maneira de fazer essa orientação à distância, para evitar aglomeração de pessoas dentro da sua loja. 

5 – Venda agregada

Existem dois extremos quando o assunto é venda agregada, ou cliente ama, ou ele odeia.  No primeiro extremo estão as pessoas que gostam quando a farmácia a ajuda a procurar somente por aquilo que ela precisa, e no outro encontram-se as pessoas que percebem uma forçação de um produto que elas não precisam e isso causa um desconforto muito grande. 

A dica é: se você não sabe fazer venda agregada, não faça!

Agora é hora de fidelizar o cliente, e não de irritá-lo.

6 – Se comunique com seus clientes

Agora que você tem novos planos para o seu negócio, está na hora da sua clientela também ficar sabendo disso. Mostre para a comunidade que a sua farmácia está preocupada em ajudá-la.

Alugue um carro de som ou invista em tablóides pequenos para conversar com as pessoas, comunicá-las das mudanças e orientá-las sobre o momento que passamos. 

Você não precisa gastar muito dinheiro com isso, pelo contrário, seja econômico e direto na sua comunicação. O importante é que, de uma forma ou de outra, seu negócio seja notado e que as pessoas vejam a sua preocupação em ajudá-las a passar por tudo isso. 

7 – Reflita sobre o mix de produtos

As pessoas precisam, sim, de álcool em gel, mas não é só isso. A carência também é de produtos de higiene, limpeza, beleza, até mesmo de aumento de imunidade. E você, como farmácia, pode ajudar com tudo isso.  Pense em como aprimorar seu mix de produtos para atender às necessidades das pessoas.

8 – Atendimento referente ao coronavírus e farmácias

Essa é a parte em que você mais precisa investir amor. As pessoas precisam saber que tem alguém ali por elas que as quer ajudar. Que atenda a todas as suas necessidades e que vá, além disso, atender com muito respeito, coerência e atenção.

O contato com seu cliente precisa ser uma experiência boa para que ele volte até você outra hora, para que ele se sinta ouvido e atendido da melhor maneira possível. 

9 – Faça um plano de ação

Você já leu muitas dicas aqui, agora está na hora de selecionar aquilo que mais faz sentido para o momento em que sua farmácia está vivendo e colocar tudo no papel para colocar em prática. Não precisa ser nada muito grandioso, mas objetivo e seguindo as orientações que damos nos passos anteriores. 

10 – Certifique que seus clientes estão sendo impactados por essas medidas sobre coronavírus e farmácias

Enfim, está na hora de mensurar os resultados. Certifique, então, se suas ações estão sendo funcionais e se estão lhe trazendo resultados. Perceba como as pessoas estão, se estão, sendo impactadas pelas suas medidas. Se a sua televenda está aumentando. Se você está chegando até os seus clientes.

O objetivo de termos reunido as informações sobre coronavírus e farmácias é para que a sua loja, num momento tão crítico quanto esse, não tome uma postura passiva diante tudo que está acontecendo. Queremos garantir que o seu negócio mostre que está servindo à comunidade, impactando as pessoas com suas ações e levando informação de qualidade. 

Para te ajudar ainda mais a aplicar essas técnicas sobre o coronavírus e farmácias, estamos oferecendo um curso gratuito para a gestão da sua loja durante a pandemia do coronavírus. Clique aqui para saber mais. 

Vamos conversar sobre a sua farmácia?