Farmácia x supermercado: Como vender mais produtos de higiene e perfumaria?

O que você compra na farmácia?

Se essa pergunta fosse feita para uma pessoa qualquer, de maneira aleatória, muito provavelmente ela iria responder que o que se compra na farmácia são medicamentos.

De fato, os medicamentos só podem ser vendidos nas farmácias, no entanto, não só de medicamentos vivem as farmácias.

De acordo com a pesquisa “Hábitos de compra, relacionamento e satisfação com as principais marcas do mercado” realizada pela Opinion Box em 2018 com 2.084 consumidores de todo o Brasil, eles disseram que 61% dos produtos mais comprados nas farmácias correspondem a produtos de higiene pessoal.

No entanto, esses produtos também estão nos supermercados. Mas como o gestor de farmácia pode concorrer com esse outro ponto de venda?

Como a farmácia pode competir com o supermercado?

Farmácia x Supermercado

A resposta pode ser encontrada na mesma pesquisa.

Isso porque, de acordo com o documento, 78% dos consumidores vão à farmácia ao menos uma vez por mês e os 17% restantes vão uma vez por semana ou até mais. E é nesta frequência de visita que está a oportunidade de fazer com que a compra vá além dos medicamentos.

Para tornar isso possível o preço, as promoções e a variedade de produtos fazem toda a diferença. São os próprios consumidores que afirmam isso. Segundo eles, esses são alguns dos principais quesitos que fazem com que o comprador escolha uma farmácia, sendo o preço o primeiro deles (80%), seguido da promoção (52%), atendimento (42%), distância da residência (41%) e variedade de produtos (40%).

Entre esses itens devemos destacar que a questão do atendimento é um dos principais destaques e diferenciais que fazem com que a farmácia tenha vantagem sobre os supermercados.

Isso porque enquanto no supermercado não há um atendimento individualizado, nas farmácias essa questão pode ser o seu grande diferencial. Afinal, é ele que fará com que todos os outros fatores ganhem ainda mais força.

Na farmácia há a oportunidade de estar frente a frente com o consumidor e auxiliar na escolha dos produtos, oportunidade que os supermercados não têm e que não deve ser desperdiçada. É nesse contato que devemos usar as melhores técnicas de vendas para mostrar que o nosso preço é competitivo, que a nossa promoção é interessante e que o nosso mix de produtos pode suprir a todas as suas necessidades.